O Protocolo de Kyoto que entrou em vigor com força total em 2005, criou diversos mecanismos de flexibilização, entre eles o MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo) que define padrões para o setor de mineração e produção mineral a fim de reduzir as emissões de gases do efeito estufa, bem como promover o desenvolvimento sustentável nos países participantes.

Primeiro Parágrafo

O Qa/Qc, por sua vez, definem programas e procedimentos que atendam aos padrões de qualidade do próprio MDL e garantem a criação de projetos que estejam alinhados com a sustentabilidade. No entanto, ainda existem certos enganos entre estes dois termos, por isso vamos entender cada um deles primeiro, para depois compreender a sua importância na mineração.

 

O que é Qa/Qc?

Assurance Control (Qa), em inglês, ou na tradução livre, garantia de qualidade trata-se de procedimentos para assegurar que o processo de produção dos produtos ou serviços, estejam dentro dos padrões de qualidade, exigências reguladas pelo Mecanismo de Desenvolvimento Limpo.

Podemos ainda dizer que a garantia de qualidade é proativa, e por isso pode ser denominada como o planejamento ou qualidade de produção, a fim de evitar as falhas antes mesmo da produção dos bens ou serviços.

Quality Control  (Qc), ou controle de qualidade, por outro lado, regulamentam os produtos já finalizados e serviços executados, sem se importar com os processo de produção. Aqui o foco é a prevenção de defeitos e falhas no produto final, prestes a ser destinado à comercialização.

Existem ferramentas e técnicas estatísticas que podem ser aplicadas aos produtos acabados, conhecidos como saídas de processo, elas são chamadas de CEQ (Controle Estatístico da Qualidade).

Ambos podem estar ligados e definidos juntamente com a expressão garantia e controle de qualidade, na qual realizam-se procedimentos e ações, como a amostragem, para identificar os padrões exigidos. O estudo da amostragem observa um pequeno grupo, denominado como amostra, de uma coleção de elementos minerais, também chamada de população.

 

Importância do Qa/Qc para a mineração?

Como você já deve saber, um dos principais objetivos da mineração é tornar o minério explorado comerciável. Para tanto é necessário definir padrões iniciando pela pesquisa mineral.

 

Para os inícios dos trabalhos, é preciso conhecer a viabilidade do empreendimento. Além disso, é preciso obter plena confiabilidade no minério a ser explorado e alcançar os resultados esperados quanto à reserva mineral.

Após o tratamento do minério é hora de definir e atender os padrões de qualidade do produto final, geralmente definidos por órgãos públicos reguladores, ou até mesmo a experiência por parte dos clientes que pode ser conhecida por pesquisas de mercado.

É importante salientar que apenas com o controle e garantia de qualidade é possível atender as ilimitadas necessidades do consumidor, fornecendo produtos e serviços de alta complexidade, sem com isso comprometer as explorações futuras.

Da mesma forma, a importância da qualidade dos dados para a estimativa de recursos dificilmente pode ser subestimada. O uso cada vez mais sofisticado de métodos de processamento matemáticos sobre a estimativa de recursos só pode ser justificado se os dados em que se baseiam são suficientemente precisos e exatos.

No outro lado, a qualificação de recursos é baseada na confiança destas estimativas locais e globais. O primeiro passo para uma boa estimativa de recursos é avaliar a confiabilidade dos dados, a falta deles pode muitas vezes resultar na exclusão de campanhas de sondagem inteiras, de modo a afetar a tonelagem de recursos, grau e classificação.

Há apenas uma maneira de evitar surpresas desagradáveis durante todo o processo de mineração: implantar um programa de controle de qualidade (Qa/Qc) abrangente no dia a dia da corporação, e segui-lo estritamente durante toda a vida do projeto.

Banner Newsletter