Destaque atual dentre os projetos de mineração, com a inauguração do Complexo S11D Eliezer Batista em Canaã dos Carajás, Estado do Pará, a Vale deu um grande passo.

Primeiro Parágrafo

Sendo o maior complexo de toda a história da empresa, neste artigo falaremos um pouco sobre as curiosidades do projeto S11D, que entrou em Licença de Operação – LO – no dia 09 de dezembro de 2016 após mais de 15 anos de estudo e desenvolvimento, e seus principais impactos para a sociedade brasileira.

Curiosidades do projeto S11D

1 – Aumento expressivo da capacidade de produção do Pará

Com o complexo funcionando a pleno vapor a partir de janeiro de 2017 estima-se que a capacidade de produção de minério de ferro do Estado do Pará dobre.

Os 230 Mtpa – Milhões de toneladas métricas por ano – esperados ao longo dos próximos 12 meses correspondem a mais de 50% de toda a produção verificada anteriormente.

2 – Quatro continentes envolvidos

Este imenso projeto de mineração vem sendo estudado e posto em prática desde o início deste milênio. A história, iniciada em 2001, contou com a participação de milhares de envolvidos de diferentes localidades.

Ao todo são 12 países envolvidos, vindos de quatro diferentes continentes. Esta informação refere-se tanto a profissionais quanto a fornecedores que de algum modo participaram da construção do complexo.

3 – Controle de transporte à distância

A alta tecnologia esteve envolvida em todas as etapas de criação e desenvolvimento do projeto S11D.

No que se refere ao transporte, toda a operação foi feita por controles remotos garantindo a minimização de custos e o desgaste ambiental.

4 – Reutilização de água

Cerca de 80% de toda a água utilizada no complexo e no ramal ferroviário pode ser reaproveitada devido a um sistema de recirculação implantado na obra.

Devido a isso, a economia com recursos hídricos chegou a ser contabilizada em 9 milhões de litros, algo totalmente benéfico para o meio ambiente e população da região.

5 – Reflorestamento na região

Mesmo tendo sido estudadas as melhores alternativas para impactar o menos possível a floresta natural da região, a Vale soube discernir sobre as suas responsabilidades com a natureza.

Por isso mesmo, a empresa investiu na plantação de 19 mil mudas nativas ao redor de todo o perímetro do complexo. Para se ter uma ideia, essa quantidade de mudas correspondem a nada menos do que 70 campos de futebol!

6 – Implantação do sistema Forest Fire Finder

Visando não apenas preservar, mas também proteger o meio ambiente, a empresa implantou na Floresta Nacional dos Carajás um auferido sistema que permite que focos de incêndio sejam identificados rapidamente.

Acredita-se que com este sistema em cerca de 5 minutos autoridades competentes já possam ser notificadas sobre a possível existência de incêndios na mata.

7 – Geração de emprego

Impactando positivamente a nível econômico, o projeto S11D contou com mais de 40 mil envolvidos ao longo dos últimos 15 anos e continuará a movimentar o mercado ao longo de suas atividades.

Cerca de 2 a 3 mil funcionários atuarão diretamente com este projeto de mineração e outros 7 mil estarão empregados indiretamente a este mesmo sistema.

8 – Espaços de convivência

Com uma gigantesca quantidade de funcionários trabalhando arduamente no projeto de mineração, a Vale optou pela criação de espaços de convivência, como minicidades e vilas, para proporcionar maior qualidade de vida aos envolvidos com a obra.

Similares aos demais centros, nestes espaços os funcionários tem acesso a uma vasta gama de serviços e lazer.

9 – Contratação de trainees

Para tirar o projeto S11D do papel a empresa também contratou uma enorme quantidade de trainees a fim de contribuir para seu crescimento e formação profissional.

De acordo com o Senai, cerca de 90% dos trainees do Programa de Formação Profissional foram contratados, o que demonstra a responsabilidade da Vale com  a capacitação de futuros profissionais do ramo.

10 – Eliezer Batista

O projeto S11D leva o nome do ex-presidente da Vale, Eliezer Batista, que contribuiu muito com o crescimento da empresa ao longo de seus dois mandatos a frente da mineradora.

Emocionado, o homenageado disse que a Vale é líder dentro de sua área e que assim continuará a ser devido a suas iniciativas que tiram sonhos do papel.

Vale destacar ainda que…

PROJETO S11D

  • Houve uma incrível redução na emissão dos gases que contribuem com o efeito estufa, cerca de 50%;
  • Com a utilização de ferrovias e sistemas de truckless o consumo de diesel foi reduzido em cerca de 70%;
  • A eletricidade também teve uma expressiva economia anual de 18 mil MWh;
  • 97% das atividades do Complexo S11D Eliezer Batista da Vale foram desenvolvidas fora da Floresta Nacional dos Carajás.

Gostou das informações dadas neste artigo sobre o projeto de mineração da Vale que acaba de ser inaugurado? Aproveite para deixar um comentário sobre o que achou e se essas curiosidades são interessantes para o contexto socioambiental do Brasil!

Banner Newsletter